Nossos Telefones:

(31) 3212-4599
(31) 99704-4500

Receba o nosso Newsletter!

MOMENTO MARCANTE - Ultramaratonista Marilélia Rocha Ezequiel

MOMENTO MARCANTE... ????????

Sendo recebida pelos árbitros da Federação Mineira de Atletismo Elias Justino,Lizete Reis e Euzinete Reis depois de percorrer 54 voltas no Parque Ipanema que correspondem à 94.5km.

Já se foram quase 600 km desde o meu primeiro desafio correr de Ipatinga até Governador Valadares(106 km) em Dezembro de 2017 logo depois em Janeiro 24h correndo em volta da Lagoa da Pampulha em BH 2018 (116 km) Fevereiro Ipatinga x Caratinga (100 km) e Março Ipatinga x Nova Era x Itabira x João Monlevade (114 km) Maratona Pelas Causas Indígenas Geru Tucunã (42 km) e em todos os desafios tive o apoio da Federação Mineira de Atletismo cedendo o "permit" para realização dos eventos e a homologação dos mesmos através das regras da CBAt Confederação Brasileira de Atletismo.
É muito importante para mim e para o nosso município por mim representado ter a FMA como órgão fiscalizador e que oficializa este tipo de corrida porque além de ser um desafio sem fins lucrativos é solidário buscando ajudar entidades,sendo também de utilidade pública por ter caráter informativo levando a bandeira do combate e prevenção ao câncer de pele e contra o sedentarismo.
A Federação através dos seus árbitros tem poder de estar verificando tempo de trajeto percorrido,condições físicas e psicológicas da atleta durante o percurso,exigir segurança,policiamento e assessoria médica além de fiscalizar se a atleta não está utilizando substâncias ilícitas, ultilizando-se de algum meio para se beneficiar como: carona em carro ou moto,andar de patins,bicicleta ou outro veículo de propulsão que a favoreça,observar se não há desvio de percurso.Também é dever dos árbitros fazer intervenção do evento caso condições climáticas ou limitações físicas venham expor a integridade física da atleta,bem como de forma imparcial acompanhar todo o evento fazendo todos os registros para relatório posterior.
A seriedade e profissionalismo destes árbitros fazem com que os desafios "Mari Ultra" ganhem a confiança dos patrocinadores,imprensa,equipes médicas,Polícia Militar e Bombeiros,além de toda a população de maneira geral agregando valores e alcançando mais adeptos nas práticas de atividades saudáveis.
A FMA acredita também que incentivando feitos assim está unindo e somando forças para que se multiplique cidadania e solidariedade no meio esportivo, elevando cada dia mais o mérito desportivo de seus praticantes. 
Obrigada Presidente da Federação Mineira de Atletismo Mauro Roberto Fonseca França e toda equipe de arbitragem da FMA.
Sozinhos não somos NADA,juntos somos mais fortes.Foto: Wolmer Ezequiel